Polícia suspeita que segundo carro deu cobertura a assassinos de Marielle


Quinta vereadora mais votada no Rio, Marielle Franco denunciava violência policial e morreu aos 38 anos de idade
Reprodução/Youtube

Quinta vereadora mais votada no Rio, Marielle Franco denunciava violência policial e morreu aos 38 anos de idade

Dando sequência às investigações a respeito do assassinato da vereadora fluminense Marielle Franco (Psol) e do seu motorista Anderson Gomes, a polícia trabalha agora com a hipótese de que os dois criminosos responsáveis pelo crime teriam tido cobertura de um segundo carro. 


Leia também: ‘Quantos mais têm de morrer?’, desabafou Marielle um dia antes de ser executada

As investigações já concluíram que o crime aconteceu quando, às 21h30 da última quarta-feira (14), um Cobalt prata emparelhou com o carro em que a parlamentar estava, na Rua Joaquim Palhares, no bairro do Estácio. O veículo era ocupado por duas pessoas, que dispararam tiros, efetuados por uma arma de calibre 9mm, na direção de Marielle Franco , que estava sentada no banco de trás do carro.

Segundo as investigações, um segundo veículo teria dado cobertura aos criminosos. Esse outro carro esteve na porta da Casa das Pretas, por duas horas, no Centro do Rio, onde Marielle participava de um evento sobre racismo. As informações são da G lobo News.  Além das hipóteses terem sido levantadas, a placa desse outro carro já foi identificada pelos policiais e as investigações continuam.

A principal linha de investigação da Delegacia de Homicídios é execução, pois os criminosos fugiram sem levar nada e, com o vidro filmado, acertaram pelo menos quatro tiros na cabeça da parlamentar, que não tinha o costume de andar no banco de trás do carro.


Leia também: Morte de vereadora do Psol no Rio repercute na imprensa internacional; veja

Segundo a perícia, os nove tiros disparador entraram pela parte traseira do lado do carona, onde Marielle estava sentada, mas três disparos acabaram atingindo o motorista. De acordo com a Divisão de Homicídios, o atirador seria experiente e sabia o que estava fazendo. 

Quinta vereadora mais votada do Rio

Marielle nasceu no Complexo da Maré, na zona norte do Rio. Socióloga, foi eleita vereadora no Rio com 46.502 votos, nas eleições de 2016, a quinta mais votada na cidade.

Ela se formou pela PUC-Rio em Ciências Sociais e fez mestrado em Administração Pública pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com o tema “UPP: A redução da favela a três letras”.

Marielle Franco tinha 38 anos e fazia parte da Comissão da Câmara que fiscalizava a intervenção federal no Rio de Janeiro. Referência para o movimento negro e feminista, ela deixou uma filha de 19 anos. O corpo da vereadora e do seu motorista Anderson Gomes foram velados e sepultados na tarde dessa quinta-feira.


Leia também: Após morte de Marielle, deputados da UE pedem suspensão de acordo com o Mercosul

* Com informações do jornal O Dia.

Comentários Facebook