Homem tenta fugir de ronda e polícia descobre confissão de homicídio em mensagem


 Isaque não obedeceu a determinação de parada, tentou fugir, mas foi interceptado pelos policiais na Bahia
Divulgação/ SSP-BA

Isaque não obedeceu a determinação de parada, tentou fugir, mas foi interceptado pelos policiais na Bahia

Um jovem de 22 anos foi preso pela Polícia Militar da Bahia após os policias encontrarem uma mensagem na qual o criminoso confessa a morte de um rival do tráfico, por meio de uma conversa no aplicativo WhatsApp. Segundo a Secretaria de Segurança Pública do estado (SSP – BA), Isaque Souza Soares já possuía passagem por roubo e foi capturado na quinta-feira (15).

Leia também: ONU cobra rapidez em investigação sobre assassinato de Marielle Franco

De acordo com a SSP da Bahia , equipes do Pelotão Especial Tático Ostensivo (Peto) faziam rondas na região, quando decidiram abordar o motociclista, na Rua Silvino Pereira, no bairro Uruguai. Isaque, que dirigia o veículo, não obedeceu a determinação de parada, tentou fugir, mas foi interceptado pelos policiais.

O jovem estava sem os documentos da moto e sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). No celular foi localizada uma conversa entre ele e um comparsa de apelido ‘Jajai’. “Quem matou ele foi eu mano”, escreveu Isaque em uma das mensagens. Em outro trecho ele afirma que matou o rival para ficar “suave”. A vítima a quem ele se refere foi morta semana passada, na Baixa do Fiscal.

Leia também: Internos agridem agentes com soco e cadeiradas durante aula na Fundação Casa

“Isaque, além da passagem por roubo e autor, pelo menos, deste homicídio, é integrante de uma quadrilha de traficantes. Vamos intensificar para chegarmos nos outros comparsas”, contou o comandante da 17ª CIPM, major Everton Monteiro. O criminoso foi apresentado no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba .

Tentativa de fuga

Na quarta-feira (14), as equipes da 13ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Pituba) capturaram um criminoso que agrediu a facadas pelo menos seis transexuais, na Rua Minas Gerais. Isac Silva da Conceição, 26 anos, foi surpreendido quando saía do prédio que morava. A polícia acredita que ele se preparava para um novo ataque.

Leia também: Mãe de autista relata ataque em banco: “Se seu filho é doentinho, problema seu”

Os militares receberam uma denúncia anônima indicando que o criminoso residia na Rua Espírito Santo, também no bairro Pituba, na Bahia. Quando Isac tentou sair com uma motocicleta, veículo utilizado para fugir após as agressões, e percebeu a presença dos PMs, tentou escapar, mas acabou interceptado. Ele foi apresentado na 16ª Delegacia Territorial (DT/Pituba), onde foi reconhecido por duas vítimas.

Comentários Facebook