Governador assina ordem de serviço para execução dos serviços de sinalização viária em 17 municípios

A Ordem de Serviço contempla 16 municípios do Estado com trânsito não municipalizado, sendo eles: São Mateus, Piúma, Itarana, Laranja da Terra, Fundão, Viana, Alto Rio Novo, Nova Venécia, São Gabriel da Palha, Baixo Guandú, Castelo, Mimoso do Sul, Irupi, Muniz Freire, Ibitirama, Rio Novo do Sul e acréscimo dos serviços em andamento em Itapemirim.

VITÓRIA (ES) – Na manhã desta segunda-feira (27), o governador Paulo Hartung assinou, juntamente com o diretor-geral do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), Romeu Scheibe Neto, a Ordem de Serviço que autoriza o início das obras de implantação e manutenção de sinalização viária horizontal, vertical e dispositivos auxiliares em 16 municípios do Estado com trânsito não municipalizado, sendo eles: Piúma, Itarana, Laranja da Terra, Fundão, Viana, Alto Rio Novo, São Mateus, Nova Venécia, São Gabriel da Palha, Baixo Guandú, Castelo, Mimoso do Sul, Irupi, Muniz Freire, Ibitirama, Rio Novo do Sul e acréscimo dos serviços em andamento em Itapemirim.

A ação complementa a entrega do investimento em serviços de sinalização nos 35 municípios, de acordo com o planejamento estratégico para o ano de 2017, na ordem de R$10 milhões. Os serviços de sinalização viária já foram executados em 14 municípios (Venda Nova do Imigrante, Marechal Floriano, Domingos Martins, João Neiva, Santa Maria do Jetibá, Governador Lindenberg, Pancas, Vila Pavão, Mucurici, Alegre, Presidente Kennedy, Marataízes, Muqui e Guaçuí) e seis estão em fase de finalização (Brejetuba, Santa Teresa, Barra de São Francisco, Rio Bananal, Itapemirim e Jerônimo Monteiro).

Durante a reunião de trabalho, o governador Paulo Hartung ressaltou que os investimentos serão importantes para prevenção de acidentes e melhoria da qualidade de vida da população. Hartung disse ainda que a sinalização está conectada com uma política de educação no trânsito desenvolvida pelo Governo do Estado. “Estamos dando um passo largo para sinalização viária dos nossos municípios. Ato importante para dar mais segurança aos pedestres e condutores.  Estamos com costumes novos sendo implementados na sociedade e, toda essa modificação, depende de uma boa sinalização”, destacou.

Segundo Romeu Scheibe, a intenção é melhorar a mobilidade urbana nesses locais e reduzir os acidentes de trânsito. “Cada região receberá um projeto único que foi revisado em conjunto com o município que contemplará, por exemplo, faixas de pedestres, locais de estacionamento de moto, vagas especiais para idosos e deficientes físicos. Os trabalhos já se iniciarão ainda nesta semana. A expectativa é que os serviços sejam concluídos até o dia 31 de dezembro deste ano”.

Romeu destacou ainda que, após a execução dos serviços, o Detran|ES pretende dialogar com o cidadão por meio do projeto ‘Sinalizar e Educar’, que acontece após a conclusão da sinalização viária nos municípios pela equipe de engenharia do Detran|ES. “Após as vias municipais terem sido sinalizadas com a pintura de faixas de pedestres, vagas de estacionamentos e instalação de placas regulamentares e indicativas, nós vamos fazer a abordagem educativa para orientar a população sobre as mudanças e promover a segurança no trânsito local. É uma ação que visa para alcançar o máximo de moradores e conseguir conscientizar as pessoas sobre o comportamento seguro no trânsito”, explicou.

Entenda como foi feito o projeto de sinalização

Para a elaboração do projeto de sinalização viária que foi apresentado em Audiência Pública, os técnicos do Detran|ES fizeram uma primeira visita técnica aos municípios, que inclui uma reunião com a Prefeitura e representantes dos diversos segmentos da sociedade para levantar os principais problemas nas vias, com as particularidades próprias de cada município.

A partir dessas demandas, os técnicos foram às ruas fazer o levantamento de dados para embasar o projeto. Depois de finalizado, a equipe retornou ao município para conferir se as intervenções propostas estão adequadas. O projeto foi apresentado à Prefeitura, e, após a aprovação pela administração municipal, foi marcada a audiência pública nos municípios em que houve necessidade de mudança de circulação nas vias, e que a população foi convidada a participar e conhecer o novo projeto.

Comentários Facebook