Garçom é condenado após cuspir na bebida de cliente e ser obrigado a passar por exame de DNA

Um garçom se declarou culpado de cuspir na bebida de um cliente após um teste de DNA o condenar pelo ato.

Gregory Lamica, um ex-garçom de um restaurante nos EUA, cuspiu no refrigerante do cliente Kenneth Yerdon depois que ele reclamou de brócolis mal cozidos.

Yerdon, que estava jantando com sua esposa, pegou o refrigerante no final da refeição e bebeu um pouco, antes de leva-lo para casa.

Quando a tampa do copo de isopor se soltou, ele notou o ingrediente extra dentro do recipiente.

Garçom é condenado após cuspir na bebida de cliente e ser obrigado a fazer um exame de DNA

Gregory Lamica, um ex-garçom de um restaurante nos EUA, se declarou culpado de cuspir na bebida de um cliente após um teste de DNA o condenar pelo ato.

“Eu vi o cuspe no copo”, disse Yerdon.

Após usarem um cotonete para capturar a saliva da boca de Lamica, um teste de DNA comprovou que o garçom era culpado de uma acusação de conduta desordeira. Ele concordou em pagar uma multa de cerca de R$ 385.

O homem foi demitido de seu emprego no Chili, e Yerdon está entrando com um processo contra a cadeia de restaurante.

Fonte: Mirror

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA