Dinamismo econômico se retoma com intervenção do Estado, diz economista do Psol


Economista Marco Antonio Rocha apresentou propostas para a Economia durante sabatina nesta terça-feira (7)
iG São Paulo/Anaís Motta

Economista Marco Antonio Rocha apresentou propostas para a Economia durante sabatina nesta terça-feira (7)

Desenvolvimento produtivo e tecnológico, recuperação dos mecanismos de intervenção do Estado na economia e reestruturação dos regimes cambial e fiscal brasileiro. Estas são as propostas do Psol para um possível  governo de Guilherme Boulos, segundo apresentou nesta terça-feira (7) o economista Marco Antonio Rocha durante a primeira sabatina da Série Estadão FGV/Ibre – Os economistas das eleições.

Para o professor do Instituto de Economia da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), a crise econômica vivida pelo País é resultado de uma série de problemas macroeconômicos herdados dos antigos governos e se agravou com a política de austeridade fiscal adotada pela então presidente Dilma Rousseff em 2015.

Leia também: Em vídeo, Boulos defende os sem-teto e exige investigações sobre incêndio em SP

“É uma crise marcada pela lenta recuperação e pelo alto endividamento, especialmente das famílias”, disse Rocha. “Nessa conjuntura, o dinamismo da economia só se recupera com a intervenção do Estado, que tem que sinalizar um novo padrão de desenvolvimento para o País”.

O programa econômico do Psol, segundo o professor, se baseia em três eixos principais: o investimento em produção e tecnologia, com direcionamento do sistema brasileiro de inovação a certos nichos de mercado; a recuperação dos mecanismos de atuação do Estado na economia; e a mudança nas políticas macroeconômicas, especialmente no sistema tributário atual.



iG São Paulo/Anaís Motta

“Crise econômica vivida pelo país é resultado de uma série de problemas macroeconômicos herdados dos antigos governos”, defende Rocha

Além disso, se eleito, o partido pretende reorganizar a estrutura das estatais e dos bancos públicos, considerados instrumentos importantes para a retomada do desenvolvimento do Brasil. “Precisamos repensar a política de preços atual [da Petrobras] e acabar com os leilões do pré-sal”, afirmou Rocha. “Vamos suspender a venda da Eletrobras e dar fim às privatizações ”, finalizou. 

Leia também: Conheça algumas propostas de Boulos para áreas de habitação, segurança pública e mais

Comentários Facebook